Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

A Esquina do Desencontro

Histórias de Desencontros Ficcionais (ou Não) na Esquina da Vida

O Rio Azul da Floresta Encantada

08.03.16 | Cuca Margoux

Serpenteando a vida que existe escondida na colorida e exótica Floresta Encantada, o Rio Azul mexe-se em compasso desregrado. A mobilidade das suas inversas torrentes de águas mornas, ondulam despreocupadamente os passeios laterais de avenidas imaginárias.

Lá longe, na urbe desregulada e decadente, conversa-se sobre o futuro do Rio Azul. Gentio e bestas dissertam teses contemporâneas, baseadas num passado recente, que defendem criativamente o empreendedorismo espartano e massificado aliado à exploração do espesso fluído azul que corre no seu leito. Um fluído milagroso que dinamiza o equilíbrio frágil da remota e peculiar região.

Todos olham, no entanto, aquele belo mapa da Floresta Encantada que desvenda o trajecto do Rio Azul. E ao verem, com olhos de lince e perspectiva de artista, descortinam um mundo de soluções possíveis e esquecem as discórdias e agradecem o simples facto de viverem num sítio maravilhoso e protegido dos males do mundo pela magia de outros tempos.