Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

A Esquina do Desencontro

Histórias de Desencontros Ficcionais (ou Não) na Esquina da Vida

A Esquina do Desencontro

Histórias de Desencontros Ficcionais (ou Não) na Esquina da Vida

O Outro Lado

O lado excêntrico que se quer reconhecível, desmotiva os sentidos felizes, numa infusão de cacofonias sensoriais incontroláveis e desgastantes. O tempo novo vence o enigma da premissa passada, do lado oposto escondido, do outro lado, o lado oculto malfadado. Vil invenção dramática que foi encomendada, algures, num qualquer universo paralelo e que aterrou fulminante na travessia icónica da vida humana transportada. A linha temporal contradiz a acção. O lado que se conhece não favorece a característica globalizante da emoção humana. O lado desconhecido apela à intempérie e alcança patamares consecutivos, dignificantes de oposição funesta programada. O planeta opressivo desmantelado outrora, conduz a humanidade numa senda infinita de sonho contestatário e inalcançável. A ilusão e parecença com a realidade é um fenómeno extasiante, mas requer compostura irrepreensível e dinâmica digital virtualizada. O ser apagado renasce e o outro lado apela à vida, chama à realidade desconcertada e desconcertante. A humanidade é conquistada, ainda que por breves instantes. Insignificante ausência de tempo, num espaço controlado e fictício. Os viveres presentes são as memórias ausentes e, este lado, recupera a vitalidade dos sentidos esquecidos. Este lado e o outro permanecem incólumes, numa panóplia fustigante de sensações apartadas dos hemisférios cerebrais. O desconsolo da alma despenada enaltece a glória daquele chamamento ancestral, que se prende com a vontade alheia do corpo, na sua dupla existência cansada. A voz irritante que enche o espaço desocupado, verte sons que levam os olhos às lágrimas vidrantes. Nunca se percebeu o significado deste outro lado variável e resistente, mas sempre se sentiu o estar fechado e delator da força direccional, encaixada no propenso fenómeno chamado imaginação humana.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub