Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

A Esquina do Desencontro

Histórias de Desencontros Ficcionais (ou Não) na Esquina da Vida

A Esquina do Desencontro

Histórias de Desencontros Ficcionais (ou Não) na Esquina da Vida

O Aniversário da Minha Querida ML

Despertou bem cedo,

Naquele dia abafado,

Sob o cheiro de figos e trigo,

Sob o auspício dos perfumes do estio.

 

A terra chamava por ela,

A vida provocava-a,

Numa alternância entre vida e morte,

Resiliência persistente devolveu-a.

 

Seu nome retrata gentios antigos,

A garra, a história de família,

Adorada menina de Torres,

Na Quinta perfilada.

 

Cresceu na ilha,

Cresceu, por vezes, infeliz,

Chorou o continente,

Aonde voltou, já não petiz.

 

Bem cedo, ficou sozinha,

Com a mana aos seus cuidados, em terras lisboetas,

Os pais encaminharam-na para a grande cidade,

Educação e formação prendada foram conquistas.

 

Casou, foi mãe,

Por terras lisboetas continuou,

Nunca regressou à sua terra,

E o seu mundo mudou.

 

Ensinou muita gente,

Com sabedoria e conhecimento,

Transmitiu as suas muitas experiências,

Reformou-se com desalento.

 

A alegria renasceu com as netas,

Uma nova vida floresceu,

As coisas rotinaram e ajustaram,

Num sonho prometido que rejuvenesceu.

 

Muitos Parabéns neste belo dia,

Uma idade singular,

Uma vida preenchida e plena,

Devolvem o brilho ao olhar.

 

Que a felicidade continue a encher a alma,

Que o coração forte aqueça,

Que a vida se prolongue no infinito,

Que a alegria para sempre floresça.

Com Muito Amor e Carinho.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D