Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A Esquina do Desencontro

Histórias de Desencontros Ficcionais (ou Não) na Esquina da Vida

A Esquina do Desencontro

Histórias de Desencontros Ficcionais (ou Não) na Esquina da Vida

O Abraço dos Miosótis

O riso das crianças, na roda fechada, invadia o espaço em redor e transbordava de encantamento e contentamento os corações felizes e inocentes. O campo verdejante, espalhava-se no raio de visão sorrateiramente e o arvoredo exuberante deixava adivinhar sombras maravilhosas, para descanso vespertino tardio. A roda girava efusivamente. Os cânticos de Primavera acompanhavam a girândola metafórica que, descontrolada, rodopiava cada vez mais acelerada. As crianças deixavam-se levar pelo cenário, pela emoção, pela alegria contagiante, tão natural e verdadeiramente deliciosa, naquela idade moça. Quando, finalmente, pareciam ter parado aquele jogo aparentemente incansável, deixaram-se cair por terra e sentiram o húmido da erva fresca nas suas vestes, nas suas pequenas mãos, nos cabelos desalinhados. Os rostos fecharam por fora e olharam o céu azul, com as nuvens em fileira desgarrada para apanhar o comboio da fantasia. A imaginação é sempre o limite. Depois, desviaram os olhares curiosos e a descoberta foi desafiadora. O prado encerrava canteiros alargados, perdidos por entre arbustos dispersos, de miosótis floridos, com as suas frágeis pétalas azuis, deleitando-se ainda ao sol do fim de tarde. Abraça-los desmesuradamente afigurava-se como uma deleitosa brincadeira proibida, tendo em conta a sua exiguidade, fragilidade e exuberância. Mesmo assim, quando um se decidiu, todos os outros acompanharam e de abraço em abraço, os miosótis foram envolvidos na fantasia mirabolante e rocambolesca dos petizes, criadores de magia real. O abraço dos miosótis revestiu-se de experiência memorável e o riso tornou a encher o ar, ainda mais vigoroso e contagiante.

1 comentário

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub