Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

A Esquina do Desencontro

Histórias de Desencontros Ficcionais (ou Não) na Esquina da Vida

A Esquina do Desencontro

Histórias de Desencontros Ficcionais (ou Não) na Esquina da Vida

Gritar Até Mais Não

No meio do nada,

Surge a raiva insurgente,

Esquecimento da calma,

Preponderante amadurecimento urgente.

 

O que inicia a guerra,

Determina a falha emocional,

Num qualquer abismo que se aproxima,

Resguardo em vão ocasional.

 

O tempo do tudo,

Aquece os recalcamentos,

Emudece a fala atrasada,

Configura o vaiar de outros tempos.

 

Gritar, gritar e gritar,

Odiar o presente,

Deformar o passado,

Ofuscar o futuro ausente.

 

Que estranheza tão grande,

Sufocar a emoção,

Cortar com a razão,

Deixar de falar com o coração.

 

Onde está esquecido o coração?

Onde se esconde a maldade dissimulada?

Onde se guarda a frustração?

Onde se demove uma outra coisa estragada?

 

Que confusão de sentimentos,

Que ousada nostalgia do bom,

O bem resguardou-se tão longe,

O figurativo maléfico voltou, perdeu-se o dom.

 

Numa outra esfera,

Num cenário real transformado,

A perfeição torna-se muda,

Gritar até mais não, deixa de ser, ou é, a solução.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub