Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

A Esquina do Desencontro

Histórias de Desencontros Ficcionais (ou Não) na Esquina da Vida

A Esquina do Desencontro

Histórias de Desencontros Ficcionais (ou Não) na Esquina da Vida

Governar Sem Políticos (Terminus) - Competências e Música (Parte I)

O mundo fantasiou a classe. Mas com tanta convicção que a classe acreditou. Musicou-a numa partitura desmesurada e desmedida. Os uivos primordiais de marcação de território generalizaram-se inadvertidamente de um momento para o outro e a musicalidade da atribulação dos furores megalíticos resvalaram na senda de um mundo e de uma vida perfeitos. E assim nasceu. A classe política atomizada por competências extraordinárias e musicalidade inspiradora. Se o seu governo é desgoverno? Claro que sim! Que outra forma poderíamos encontrar para destabilizar, abanar, mudar, inquietar o caos? Do caos, no caos, há vida, há criação! Rejuvenescimento, inovação, criatividade, resiliência, sobrevivência, persistência, imortalidade, poder! A amena tempestade do rescaldo da guerra fria desperta, na tal classe, ensaios cristalinos de fragilidades até então impensáveis. Sobreviver no campo minado de policiamentos políticos é ser da classe apolítica. E os apolíticos mergulham na variável mais casual de uma incógnita profanada a que chamaram liberdade. Travada pela comiseração da classe política, a multidão apolítica esconde-se nos ideais liberais espelhados no céu em chamas.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D