Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

A Esquina do Desencontro

Histórias de Desencontros Ficcionais (ou Não) na Esquina da Vida

A Esquina do Desencontro

Histórias de Desencontros Ficcionais (ou Não) na Esquina da Vida

Espaços Incompletos

A ovação culminara numa sensação de brandura perdida, conjugada com a infantilidade da inteligência emocional repetitiva e consistente. O espaço era invasivo e grandioso. Os cantos contados, inexistentes ou surreais, e as paredes, janelas e portas desprovidas de senso estético e de magia pedante. A estrada erguia-se num alto. O ponto baixo era espacialmente inconsistente e a inglória bifurcação, comprometia os sentidos. Os espaços incompletos regravam as ondas gravitacionais irreais e embelezavam a estepe e a crioula cantaria. A mistura exuberante, que alternava entre contemporâneo e clássico, de arquitecturas volantes falsas e extemporâneas, cadenciava os ritmos da movida intrépida que se deleitava com a visão futurista da complementaridade dos espaços imperfeitos desenhados pelos artistas funcionais daquele tempo ausente que chegou por fim. Buracos aqui e ali. Extensões crescentes ou fraccionadas. Visões transcendentes e culminantes. Modelos incógnitos e maquetes gráficas colaterais. Havia um incompletamente burocrático figurado e metafórico, num tempo espacial de falácias incrementadas pela ofuscação da beleza astral extra-terrena. A corrida virtual bebia os vícios saudáveis da ancestralidade potenciada. Os mundos colidiam, num achamento sequencial de códigos científicos imaculadamente virtuosos e intocáveis. A espécie encantou o destino e determinou o futuro. Não mais os espaços incompletos reprimiriam estados, emoções e comportamentos. Na realidade, tal não era possível. A imaginação flexível humana voava demasiado alto para que se esperasse um retrocesso bíblico. Escutar os sábios, sonhar ainda, viver mais, morrer, só depois. Preencher os vazios. Preencher a alma. Preencher o coração. Preencher os espaços. Incompletos, só no olhar.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub