Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A Esquina do Desencontro

Histórias de Desencontros Ficcionais (ou Não) na Esquina da Vida

A Esquina do Desencontro

Histórias de Desencontros Ficcionais (ou Não) na Esquina da Vida

Dilma e o Excêntrico Ferro e Fogo da Política Brasileira

Parece por demais caricata, até para desinteressados ou leigos nas políticas (ou politiquices) contemporâneas, que cansam e maçam sobremaneira com a falta de originalidade patente nos discursos repetitivos, redundantes e contundentes, a vicissitude sui generis da política brasileira. É, por isso, alarmantemente gritante a irracionalidade extravasada e consequente da ambiência vivenciada no senado, a qual ditou mesmo a destituição da Presidenta. Continuamos a experimentar fórmulas, assustadoramente descontroladas, de poderio desenfreado potenciado por um conjunto intocável de quintinhas guerreiras ninja, lideradas pelo prolixo e pleonástico domínio corruptivo, que teimam em desmantelar a sequencialidade das votações, que se exercem em liberdade, pelo gentio emancipado. Pasme-se, assim, com o caminho percorrido por um país em suposto e demasiado expectável crescimento intelectual, social, económico e financeiro. Pena é que assim aconteça, porque o seu potencial e o potencial do seu povo é riquíssimo e extraordinário. Os avanços e retrocessos políticos experimentados, denotam assim e ainda, uma aparente imaturidade infantil de quem quer governar acima de tudo e todos, para fazer damage control às barbaridades explícitas, desmesuradas, desregradas e públicas, cometidas no passado. Aprender uma lição, qualquer que seja que daqui advenha, é sempre o intuito primário de tudo aquilo que testamos diariamente, nas nossas insignificantes e tão frágeis vidinhas temporárias, no entanto, espera-se sempre, com muita expectativa e ansiedade, que o processo seja o menos penoso e traumático possível. Pois bem, esta lição dos nossos irmãos vai custar caro num futuro bem próximo, quer-me parecer, mas como não sou entendida na matéria, nunca compreenderei verdadeiramente este excêntrico ferro e fogo da política brasileira, que persiste e prevalece inflamado e muito esquentado. Por demais.

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub