Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

A Esquina do Desencontro

Histórias de Desencontros Ficcionais (ou Não) na Esquina da Vida

A Esquina do Desencontro

Histórias de Desencontros Ficcionais (ou Não) na Esquina da Vida

Deleites e Maleitas Matinais

Se estivéssemos no cenário campestre abençoado, acordaríamos com o estridente e sonoro cantarolar do galo da vizinha centenária, Dona Maria Silva Núncio, o chilrear melódico e palatinado dos rouxinóis estouvados e o murmurejar do ribeiro translúcido que banha as margens verdejantes, carregadas de prazenteira flora colorida e perfumada. Assim, como nos refugiamos na urbe descomposta e desmazelada, em busca do el dorado financeiro e do conforto desconfortável da modernidade retro vintage, ensurdecem-nos as onomatopeias incessantes e incansáveis que enchem os ares e os ventos tempestuosos, a poluição desmedida da virtuosa população citadina que mata qualquer amostra floral de inebriante perfumar, os tropeçares constantes nuns e noutros, os apertos, as enchentes, as filas intermináveis, a sinalética inesgotável e proliferante, a promessa de uma vida melhorada e ajustada a cada qual. Mas, pasme-se, nem tudo são maleitas. Os cheiros que se infiltram pelo canto da janela de vidro mal vedada, mas que resiste heroicamente ao desgaste das intempéries humanas e naturais, nas narinas que ainda despertam, transportam-nos para prados de verde pintados, montanhas resplandecentes de beleza e vida, piqueniques ao ar livre, envoltos em brisas perfumadas, deleites aprazíveis e retemperadores que se querem esfumar, qual nuvem abraçada pelo vento de leste, mistérios e arte minuciosa de Chef de Croissanterie. São aqueles cheiros que nos fazem ter a fé de que as maleitas matinais se irão transformar em puros deleites e que o dia, afinal, ainda que tenha amanhecido estremunhado e caótico, será bem mais surpreendente e fabulástico do que seria de esperar. E são essas iluminuras olfactivas que nos fazem sorrir, sair de casa e enfrentar o mundo bastardo lá fora. O corropio começa.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub