Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

A Esquina do Desencontro

Histórias de Desencontros Ficcionais (ou Não) na Esquina da Vida

A Esquina do Desencontro

Histórias de Desencontros Ficcionais (ou Não) na Esquina da Vida

Abetos e Outras Coisas

O manto verde bravo era imensamente intenso e o amontoado de descritivos inexpressivos, basicamente factuais, monótono e desinteressante. A livraria ambulante, que foi literalmente carregada nos alforges das mulas cansadas, para nada servia. Valia a real visão da periferia interior das coisas, sendo que, na verdade, o pano de fundo era constituído por centenários abetos expansivos e as outras coisas, ofuscadas pela beleza simples e singela daquelas árvores profundamente revitalizantes para os sentidos melancólicos e nostálgicos. A paisagem era magnífica, poderosa na conquista, e o tempo parecia ter parado num ponto em pretenso movimento, sob o encanto da brisa perfumada envolvente e do eco das profusas famílias mamíferas que habitam os esconderijos mais discretos. Saborear o momento era imperativo e desfrutá-lo aventureiramente também. A sequência desvairada de fotos gastas, era inevitável. Impossível de resistir ao cenário envolvente. Aquele verde tirano encantava e chamava de mansinho, num feitiço permissivo. Acordem todos. Sintam o pulsar da natureza. Inebriem-se com os néctares terrenos que apertam o ritmo da descoberta. Suguem as energias perdidas. Recuperem o sentido da vida. Descansem a vista. Resguardem equivocadamente o coração, libertando a emoção e paixão. Carpe Diem, pois então.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D