Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A Esquina do Desencontro

Histórias de Desencontros Ficcionais (ou Não) na Esquina da Vida

A Esquina do Desencontro

Histórias de Desencontros Ficcionais (ou Não) na Esquina da Vida

A Lagoa Perdida

Algures, perdida bem no centro meio de um deserto esquecido pelos mortais milenares, esconde-se uma lagoa improvável de águas límpidas, cristalinas, de puro azul pintadas e imensidão indescritível. Este caldeirão mágico do mundo encerra os segredos dos homens imortais. Há muitos séculos atrás, os homens imortais chegaram à Terra nas suas naves discretas e silenciosas. Os mortais milenares jamais poderiam desconfiar da sua existência sob pena da conjuntura extra-terrena se desconjuntar e ser aniquilada pelo temperamento ainda imaturo e imprevisível destes seres mortais com um potencial extraordinário, é certo, mas demasiado infantis, egocêntricos e muito pouco altruístas. Assim, a lagoa que de tempos a tempos se agita, num turbilhão impressionante de águas revoltas e enigmáticas, permanece desconhecida para a maioria. Apenas um grupo restrito, os chamados Guardiões Milenares, da tribo dos mortais milenares, cuida de proteger este segredo. Os homens imortais confiaram neles e só neles e assim tem sido passado, de geração em geração, o legado pesado e o segredo místico. Acontece que foi detectado, pelos homens imortais, um desequilíbrio por demais evidente das forças que regem o mundo dos mortais milenares. A lagoa está instável e as suas águas enchem e esvaziam de uma maneira atroz, assustadora e desgovernada. Há que restabelecer o equilíbrio arruinado e retomar as premissas pragmáticas da condução educacional e pedagógica dos mortais milenares para, assim, se evitarem desvios sociais e civilizacionais profundos e irreversíveis. Os homens imortais resolveram agir directamente. As suas naves pousaram, uma vez mais, no deserto esquecido pelos mortais milenares e lançaram o seu feitiço. Os descendentes dos Guardiões Milenares foram chamados para apreenderem o feitiço e consolidarem rotinas de segurança e protecção à lagoa. Tudo culminou numa imensa acalmia e paz transcendente. O desequilíbrio foi revertido e a lagoa recuperou a sua originalidade única, preciosa e delicada. Cumpridos os deveres de todos os intervenientes, a vida continuou com a normalidade previsível e expectável e o segredo dos homens imortais permanece, ainda hoje, desconcertadamente inalcançável e nepotado.

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub