Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A Esquina do Desencontro

Histórias de Desencontros Ficcionais (ou Não) na Esquina da Vida

A Esquina do Desencontro

Histórias de Desencontros Ficcionais (ou Não) na Esquina da Vida

Emergência 15 - Dias 1 a 4 - O Último Reinício

(Ou não. O excesso de optimismo é sempre reavaliado, aquando do resultado do trabalhar numerológico pandémico e da clara evidência de que subsiste uma incerteza paulatinamente crescente e consequente…) A terceira fase da reabertura está na rua, e já se observa muito claramente. Tudo se reencheu de repente, muito depressa. Tudo se procura, se recupera, se compra, se reajusta, se reequilibra. Os mais crescidos, Secundário e Ensino Superior, regressam às aulas presenciais, ávidos de reencontros, de sonhos, de segurança e de esperança. As ruas ganham uma nova vida, uma vez mais. Aponta-se, e espera-se, que este seja o último Estado de Emergência no horizonte próximo. Um último reinício das coisas menos boas que passámos a conhecer tão bem nestes dois anos pandémicos intermináveis, das regras condicionadoras repressivas do social, das restrições constrangedoras e do afastamento de tudo e de todos. O que sobrou de nós, ainda resiste estoicamente. A resiliência do corpo, e em especial da mente, permitiu aos sobreviventes desenvolverem aquela capacidade única do ainda acreditarem num qualquer milagre individual e colectivo que permita a subsistência, ainda que frugal e comedida, num contexto pautado pela dúvida constante. E eis que ainda cá estamos. O “vamos ficar todos bem” não aconteceu para muitos, forçados a partir inesperadamente, mas, o tempo ensinou e continua a ensinar que a vida física que conhecemos, e tal como a conhecemos, é resistente o suficiente para suportar condições extremamente adversas, mesmo combates virais quase insuperáveis. Marte está num horizonte longínquo, mas acarreta a esperança de uma outra vida para além da terrena. Hoje, o Ingenuity, o helicóptero terrestre feito marciano voou, pela primeira vez, em céus marcianos, e a esperança humana no futuro renasceu. Outras Covids encontraremos com toda a certeza em Marte, é um facto muito realista, mas o engenho humano desperta perante o quase impossível e novas perspectivas, novas abordagens se irão desenvolver, novos sonhos, novo optimismo, novas conquistas. Mas, antes de pensarmos em sair do planeta e de enfrentarmos o desconhecido, temos de pensar primeiro em cuidar profunda e dedicadamente do nosso lar, porque é ele que nos protege e que nos abriga, que nos dá segurança e que, acima de tudo, melhor nos conhece e conhecemos. Com Covid ou sem ela, a verdade é que o reinício do nosso planeta é bem mais complicado, assim como o reinício da vida. Nascemos para morrer e morremos para outros nascerem. Assim é o ciclo da existência terrena e, por isso, cada etapa é determinante e faz toda a diferença. As aparentemente insignificantes pequenas peças do grande puzzle humano universal são, assim, infinitamente indispensáveis, ou seja, cada vida, independentemente do seu tempo existencial terreno, desempenha o seu pequeno grande papel na big picture, porque determinou, determina e determinará, algum tipo de interacção com outras vidas e isso teve, tem, e terá, consequências reais bem visíveis. Mesmo a perda mais longínqua deixa sempre carregada memória, sabemo-lo bem. O último reinício? Talvez. Um contínuo e perdurável início? Sim. É sempre.

Os Mercados Verdes Não Nos Salvarão

A natureza é ainda menos clemente do que um sistema social como o mercado, que pode ser resgatado por um estado ou banco central. A Terra não nos vai resgatar quando as coisas correrem mal.

Como se podem tomar decisões sensatas sobre um futuro permanentemente desconhecido? Esta pergunta é tão antiga como a humanidade, mas tornou-se uma questão existencial à luz das alterações climáticas. Embora haja dados suficientes de que as mudanças climáticas antropogénicas já se fazem sentir, não temos meio de saber de que forma é que se ramificarão nas próximas décadas. 

ler mais: jornaldenegocios.pt

Taxa de Esforço Para Pagar Renda da Casa. 3 Cidades Portuguesas no Top-10 a Sul da Europa

Setúbal, Faro e Évora integram uma lista que é liderada por Milão, mas onde também entram Lisboa e Porto, onde a taxa de esforço no pagamento da renda da casa é superior a Roma.

Um estudo divulgado pelo portal “idealista” esta segunda-feira, 19 de abril, aponta Setúbal, Faro e Évora no top-10 das cidades a sul da Europa onde a taxa de esforço das famílias para o pagamento da renda da casa é maior. De resto, a capital de distrito da região do Sado ocupa o segundo lugar com uma taxa de 40,6%.

ler mais: jornaleconomico.sapo.pt

A Mão Invisível Ainda Mexe

Adam Smith foi um filósofo e economista Escocês do século XVIII que introduziu o conceito da “mão invisível”. Segundo esse princípio, se a economia fosse completamente livre, sem qualquer intervenção de agentes externos ou de governos, ela iria regular-se de forma automática, como se houvesse uma mão invisível por trás de tudo. O encontro entre a oferta e a procura iria naturalmente ditar os preços e os diferentes agentes económicos iriam ajustar-se no mercado através da respetiva capacidade competitiva.

ler mais: meiosepublicidade.pt

Nova SBE e Fullsix são “Digital Trends in 2021"

A Nova SBE Executive Education e a Fullsix promovem, a 21 de abril, às 18 horas, o “Digital Trends in 2021", um webinar que pretende dar a conhecer as últimas novidades das redes sociais e plataformas digitais.

“Num contexto onde digital ganha cada vez mais palco para todas as marcas, quais as melhores práticas e ferramentas a utilizar?” É esta a questão que leva a organização a apresentar as novas tendências no mercado digital.

conhecer mais: briefing.pt

Um Desafio Para Empresas e Colaboradores

A melhoria da legislação sobre teletrabalho tem sido historicamente assumida no debate mediático e na concertação social, estando atualmente em discussão o «Livro Verde do Futuro do Trabalho 2021», uma prioridade legislativa para o futuro próximo.

O debate tem-se centrado na densificação da adoção de modelos híbridos (trabalho presencial e a distância) no quadro da relação de trabalho, e também na determinação da responsabilidade pelo pagamento das despesas e dos custos emergentes deste modelo.

ler mais: human.pt

Jane Hoffer: “Portugal produz pessoas com capacidades excecionais”

A norte-americana Jane Hoffer, CEO da GoWithFlow, diz que o talento tecnológico nacional foi uma das razões para aceitar o desafio de vir para Portugal, com o objetivo de transformar a empresa que gere numa companhia global.

Há pouco mais de um ano na GoWithFlow, empresa tecnológica fornecedora de soluções para sustentar a mudança da mobilidade atual, com base em combustíveis primários, em mobilidade elétrica, Jane Hoffer acredita que o talento, “quando colocado no projeto certo, com a liderança certa, pode dar origem a algo verdadeiramente excecional. É isso que faz de Portugal um lugar único e o lugar certo para a GoWithFlow”, defende.

ler mais: executiva.pt

A Era dos Nano e Micro Influencers

Não têm milhares de seguidores e são influenciadores. As marcas estão a apostar mais neles do que nas celebridades.

Cremes depilatórios, bebidas de café, cervejas, detergentes para a loiça ou apostas desportivas foram algumas das coisas que Telmo Vieira já promoveu nas suas redes sociais. Inscreveu-se na Youzz há cerca de quatro anos e desde então perdeu a conta às campanhas de marcas que fez - sem nunca ser remunerado. A única contrapartida é usufruir dos produtos. "Gosto de experimentar coisas novas. Publico fotos nas minhas redes e alguns dos meus amigos experimentam se eu garantir que vale a pena", conta à SÁBADO o técnico de informática, de 32 anos, que tem cerca de 1.600 pessoas que o seguem no Facebook e 940 no Instagram.

conhecer mais: sabado.pt

Out Of The Box (ISO)

New standard for compliance management makes everyone a winner.

The regulatory landscape is constantly changing and organizations need systems in place to ensure they keep up. But complying with laws and regulations can be so much more than just ticking a box: it can be the result of a deeply entrenched culture of integrity and good ethics. All of which is a recipe for business success. A compliance management system is a way of getting there and a new standard has just been published to help.

ISO 37301, Compliance management systems – Requirements with guidance for use, provides everything an organization needs to know to develop, implement, maintain and improve an effective compliance management system. It replaces ISO 19600:2014, Compliance management systems — Guidelines.

learn more: iso.org

Customer Love: How to Take Your Business from Good to Great

Ready to hear your new edge in business? It’s customer love. The key is simple: Stop selling and start connecting.

Going beyond the transaction is what keeps you in business. Only 4 percent of entrepreneurial ventures survive to see 10 years. I’m proud to be one of the exceptions, with 18 years behind me as a speaker, author and coach. Before starting out on my own, I spent years in hospitality, even working at Disney, so I have a deep appreciation for great customer service. My years as a solopreneur have only furthered my belief that relationships are the currency of professional success.

learn more: success.com

How The Need For Secure Supply Chains Is Propelling Blockchain

When several large automakers considered how to confront a looming sustainability problem, they turned to blockchain. The issue? Even as electric vehicles (EVs) penetrate the market in growing numbers, with global sales jumping 40 percent year-on-year in 2019 according to the IEA, questions around the ethical sourcing and disposal of their batteries have lingered.

In response, Volvo and BMW are using blockchain technology to track the raw materials used in EV lithium-based batteries from the source. This includes the mining of the key component, cobalt, which has historically been marred by child labor and other human rights abuses. Mercedes is working on a pilot blockchain project to track CO2 emissions in the cobalt supply chain, as part of its efforts to create a carbon-neutral passenger car fleet by 2039.

learn more: strategy-business.com

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub