Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A Esquina do Desencontro

Histórias de Desencontros Ficcionais (ou Não) na Esquina da Vida

A Esquina do Desencontro

Histórias de Desencontros Ficcionais (ou Não) na Esquina da Vida

A Ausência da Alma

O corpo caiu desprendido,

De vida, de som, de voz,

O verde manto envolveu-o,

O triste céu esqueceu-o.

 

Perdera o seu eu,

A essência que faz viver,

Despertar, despontar, descobrir,

Admirar, amar e partir.

 

Nada sentir no toque,

Tudo afastar em desnorte,

O corpo perdido sem rumo,

O corpo ferido de morte.

 

A alma abandonara mais uma Primavera,

Na desconfiança de uma longa partida,

Na dor de uma eterna ilusão,

No desgaste demorado de um magoado coração.

 

Aquela ausência tudo levara,

Consumira e devastara,

Vertera a lágrima apavorada,

Numa solidão amanhecida que antes ocultara.

 

A fusão desfeita,

A alma afastada do corpo,

A cisão contrafeita,

A complexa amargura de uma obscura maleita.

 

Artifício do destino,

Inexplicável realidade,

A esquiva alma renega o corpo,

O corpo esvazia, acaba assim a serenidade.

 

A ausência da alma é imperfeita,

Volúpia do sentir adiado,

Conduta equivocada no sentimento,

Pensamento demorado na reconstrução de um ser inacabado.

Will Holograms Be The Next Innovation In The Post-Pandemic Workplace?

Start-ups are introducing next-generation virtual meeting software.

It’s a pressing question that has yet to be answered: Once the pandemic passes, what will the return to work look like for millions of Americans?

Some tech companies have said people can continue to work from home indefinitely. Surveys suggest that most others are contemplating hybrid workspaces where staffers rotate between working remotely and coming into the office. The possible post-coronavirus situation has some companies envisioning a future in which people can collaborate in more interactive and engaging ways, whether they’re on-site or at home. One novel approach is to use 3-D holograms.

learn more in washingtonpost.com

Applied Physics Lab Researchers Develop Advanced Soft Robots

The pink strip lies flat on a black-and-white checkerboard surface. It's rubbery—gummy, almost—and just thicker than an unrolled fruit leather snack. At a glance, the strip seems unremarkable.

Introduce heat, however, and the strip transforms. Arching and extending, it wriggles like an inchworm, contorting itself independently. Remove the thermal stimulus, and the strip returns to its original form.

It seems like magic, or at least a trick of the imagination, but it's really just chemistry. What looks like a rubber strip is a piece of phase-changing material made of liquid crystal elastomers, or LCEs. The material, which becomes an artificial muscle of sorts, is programmed to repeat the motion when triggered by a change in temperature.

learn more in hub.jhu.edu

The Broken Promise That Undermines Human Genome Research

Data sharing was a core principle that led to the success of the Human Genome Project 20 years ago. Now scientists are struggling to keep information free.

In July 2000, David Haussler remembers crying as he watched the first fully assembled human genome streaming across his computer screen. He and Jim Kent, a graduate student at the time, built the first-ever web-based tool for exploring the three billion letters of the human genome. They had published the rough draft of the genome on the Internet a mere 11 days after finishing the herculean task of stitching it all together — a task assigned to them as part of the Human Genome Project (HGP), the international collaboration that had been working towards this goal for a decade. It would still be several months before the group published its analysis of the genome in the pages of Nature1, but the data were ready to share.

learn more in nature.com

Complicated Legacies: The Human Genome at 20

Millions of people today have access to their personal genomic information. Direct-to-consumer services and integration with other “big data” increasingly commoditize what was rightly celebrated as a singular achievement in February 2001 when the first draft human genomes were published. But such remarkable technical and scientific progress has not been without its share of missteps and growing pains. Science invited the experts below to help explore how we got here and where we should (or ought not) be going.

learn more in science.sciencemag.org

6 Recomendações Para Comprar Roupa em Segunda Mão na Net

São peças mais raras, podem inclusivamente ser de autor e podem ser o factor diferenciador de estilo pessoal. Veja os melhores conselhos para comprar roua em segunda mão em segurança e sem desaires. Dicas deixadas por uma fundadora de um dos sites da especialidade.

Apostar em roupa em segunda mão – já usada e que tem ganhado recentemente a expressão inglesa em Portugal, Preloved, – é promover uma moda sustentável. Ao mesmo tempo, apostar neste mercado por significar ter peças de marcas conhecidas a preços mais baixos do que o habitual. No entanto, com a pandemia da covid-19, esta compra teve de passar a ser feita de forma online. E nem sempre todos o sites são seguros.

saber mais em delas.pt

Pacote de Comida Chega ao Espaço

O pacote foi preso a um balão meteorológico e subiu a mais de 32 mil metros acima da Terra.

Um pacote de haggis, prato tradicional da cozinha escocesa, foi lançado pela primeira vez para o Espaço para comemorar a Burns Night, o dia em que a Escócia celebra a vida e obra do poeta nacional Robert Burns, a 25 de janeiro.

A ideia foi do talhante Simon Howie, que dá nome a uma das mais conhecidas marcas de alimentos do Reino Unido. O escocês juntou-se à empresa de educação e pesquisa espacial Stratonauts para conseguir lançar o mais famoso produto da marca: o Haggis de 454 g.

ler mais em noticiasmagazine.pt

O Livro de Saramago que Inspirou Uma Rota Turística

A Associação de Desenvolvimento Regional Territórios do Côa, com sede em Almeida, distrito da Guarda, vai desenvolver uma rota turístico-literária inspirada na obra de José Saramago “Viagem do Elefante”.

O livro traça o périplo da viagem do elefante Salomão pela região do vale do Côa, a caminho de Viena, com passagem por Sortelha (Sabugal), Cidadelhe (Pinhel) e Castelo Rodrigo (Figueira de Castelo Rodrigo).

Dulcineia Catarina Moura, coordenadora da Associação de Desenvolvimento Regional Territórios do Côa , descreveu que o trabalho, a desenvolver em dois anos, visa “estruturar uma oferta ao nível do Turismo Literário, produto em crescimento no contexto contemporâneo.”

conhecer mais em voltaaomundo.pt

Caretos de Podence Vão Chocalhar à Varanda e “Queimar” o Coronavírus

Este ano, os Caretos de Podence passam das ruas da aldeia para as varandas. O tradicional Entrudo Chocalheiro, elevado a Património Imaterial da Humanidade, celebra-se com iniciativas online, prémios e a queima do Entrudo.

Os Caretos de Podence não vão poder correr pelas ruas da aldeia do Nordeste Transmontano, mas vão celebrar o Entrudo Chocalheiro nas varandas e com a “queima” simbólica do coronavírus, o causador da pandemia covid-19. Por causa da pandemia, aquele que é considerado “o mais genuíno carnaval” de Portugal e foi elevado, em dezembro de 2019, a Património Imaterial da Humanidade, não vai sair à rua, mas entre 14 e 16 de fevereiro os tradicionais mascarados vão fazer a festa em moldes diferentes.

ler mais em evasoes.pt

4L, o Outro Ícone que a Renault Vai Recuperar para a Modernidade Como EV

Para além do R5, a Renault está apostada em recuperar outro ícone seu, como um veículo elétrico, o R4.

Neste artigo já adiantávamos esse cenário e a agência Reuters, citando duas fontes, garante a viabilidade da reinvenção elétrica do 4L, como um rival do Mini e Fiat 500.

A estratégia visa aproveitar pontos fortes da herança da Renault para projetar BEV de sucesso.

conhecer mais em motor24.pt

Eis a Próxima Grande Inovação nos Telemóveis (e Outra para Diabéticos)

A Consumer Electronics Show já terminou. É uma das maiores feiras mundiais dedicada à tecnologia de consumo e mesmo com os constrangimentos provocados pela pandemia, houve novidades interessantes. Há uma revolução a caminho dos ecrãs dos smartphones. Destaque também para uma nova tecnologia a caminho dos relógios inteligentes. Uma startup japonesa diz ter encontrado uma forma de, através de um smartwatch, fazer a medição do nível de açúcar no sangue. Sem ter de recorrer a agulhas.

conhecer mais em vdigital.pt

Coca-Cola de Garrafa de Papel? Marca Testa Protótipo na Europa

O anúncio surge na mesma semana em que nos Estados Unidos a companhia anunciou a introdução de garrafas feitas de plástico 100% reciclado.

A Coca-Cola vai testar na Europa o seu primeiro protótipo de garrafa de papel. O teste deverá acontecer no segundo trimestre na Hungria, com a marca de bebidas à base de plantas AdeZ, comercializada pela empresa. O anúncio surge na mesma semana em que a companhia anunciou a comercialização nos Estados Unidos de garrafas Coca-Cola de 100% de plástico reciclado. Na Europa o compromisso é até 2025, as garrafas comercializadas pela companhia integrarem 50% de plástico reciclado. Projeto de garrafas feitas de plástico retirado dos oceanos, que chegou a ter data apontada para 2020, está ainda em "em fase se desenvolvimento".

ler mais em dinheirovivo.pt

A Ciência dos Dados Está a Ser Decisiva Para Gerir a Pandemia

As possibilidades tecnológicas em torno dos dados online são quase infinitas, mas têm como limite a democracia e a privacidade dos dados pessoais. Este foi o mote da sessão VII do Portugal Mobi Summit.

Nunca como agora a ciência dos dados foi tão decisiva, tornando-se um elemento fundamental para gerir a pandemia e as suas ondas de choque. É esta informação que, depois de tratada e analisada, permite identificar padrões de mobilidade das pessoas, de comunicação, de zonas de risco e previsão de contágios ou da taxa de utilização de transportes públicos, só para dar alguns exemplos. As possibilidades tecnológicas são quase infinitas, mas têm como limite os pilares da democracia, como o direito à privacidade dos dados pessoais. 'Big Data e Democracia em Tempo de Pandemia' foi justamente o mote de mais uma sessão Portugal Mobi Summit, em que participaram Manuel Dias, administrador da Microsoft Portugal para a área tecnológica, Miguel de Castro Neto, subdiretor da Nova IMS e coordenador da Nova Cidade - Urban Analytics Labs, e Paulo Calçada, CEO da Porto Digital.

ler mais em tsf.pt

Da Fertilidade à Neurologia. As Mulheres Estão a Mudar a Ciência

Assinala-se hoje o Dia Internacional das Mulheres e Meninas na Ciência e o DN entrevistou quatro cientistas portuguesas. Têm grandes desafios pela frente, o maior é gerir a casa em tempos de pandemia.

O dia internacional proclamado pela ONU em 2015 para reforçar o papel da mulher na ciência foi o ponto de partida para entrevistar quatro cientistas portuguesas. Investigadoras que trabalham no departamento de neurociências da Fundação Champalimaud (FC), o que é logo uma mais-valia para quem faz investigação em Portugal. "É um oásis", "não representa o que passam a maioria dos investigadores", "compram o que precisamos para os laboratórios", "as condições são muito boas", foram algumas das suas afirmações. O que é comum é a grande instabilidade na profissão e a dificuldade em conciliar os estudos avançados com a vida familiar. Podem ser jovens investigadores aos 40 anos, mas dependem de bolsas e de ganhar projetos para ter uma carreira. Ou então, emigram.

ler mais em dn.pt

8ª Conferência Portugal Que Faz Dá Voz ao Interior Centro

Iniciativa do Novo Banco debate os desafios para as empresas da atual conjuntura económica marcada pela pandemia de covid-19.

Vítor Pereira, presidente da Câmara Municipal da Covilhã e Jorge Patrão, presidente do Parkurbis, abrem a oitava edição da conferência Portugal que faz, que vai ouvir os empresários do interior centro do país.

António Ramalho, CEO do Novo Banco, promotor da iniciativa, fará a intervenção inicial e Carlos Andrade, chief economist da instituição, falará sobre o atual contexto macroeconómico.

para ver em jn.pt

É Preciso Um Polícia da Inteligência Artificial? João Castro Fez a Radiografia ao País e Diz que o Debate Está em Aberto

Para as pequenas e médias empresas, a Inteligência Artificial pode não figurar entre as prioridades, mas não faltam startups portuguesas que fizeram dos algoritmos um negócio promissor como a Unbabel e a Feedzai. João Castro, professor da Nova SBE, descreve o panorama que encontrou durante um estudo realizado para a Fundação Francisco Manuel dos Santos.

ler mais em expresso.pt

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub