Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A Esquina do Desencontro

Histórias de Desencontros Ficcionais (ou Não) na Esquina da Vida

A Esquina do Desencontro

Histórias de Desencontros Ficcionais (ou Não) na Esquina da Vida

E se um Algoritmo Previsse o Melhor Tratamento para as Psicoses?

Projecto de investigação do médico psiquiatra Miguel Bajouco foi premiado com 50 mil euros através da Bolsa D. Manuel de Mello.

Nem todos os doentes com psicoses respondem bem aos primeiros tratamentos. E se houvesse um algoritmo que previsse o melhor tratamento para essas pessoas? É este o desafio de um projecto liderado por Miguel Bajouco, médico psiquiatra no Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra, que acabou de receber a Bolsa D. Manuel de Mello no valor de 50 mil euros. 

ler mais em publico.pt

Da Manipulação Genética de Bactérias à Neutralidade Carbónica

A biologia sintética (SynBio) é uma nova área de pesquisa que combina biologia e engenharia para projetar e construir novas funções e sistemas biológicos, um campo multidisciplinar que está a evoluir rapidamente.

Vários setores podem beneficiar das aplicações da biologia sintética, desde a indústria alimentar à farmacêutica e aos biofertilizantes. A SynBio poderá vir a desempenhar um papel crucial no crescimento económico sustentável, conduzindo até a uma nova revolução industrial.

ler mais em dn.pt

Educar em Tempos de Epidemia

Uma coisa é certa: vivemos um tempo excepcional em que a percepção de ameaça, e mesmo de risco de vida, atinge todos de forma quase igual.

Evidentemente que os mais pobres têm menos condições de segurança. Os imigrantes que trabalham nas estufas do Alentejo e Algarve vivem em condições de alojamento precário que não permite, de facto, distanciamento social. Lares de idosos são dizimados. 

ler mais em pais e filhos by sapo

 

Tech Firms dodge MPs’ Questions on Coronavirus Conspiracies

MPs have lambasted representatives from three of the biggest tech companies for failing to answer questions about how they are tackling misinformation during the coronavirus pandemic.

Managers from Google, Twitter and Facebook were repeatedly told during a remote select committee hearing that they were evading questions and appeared to have come with little preparation.

read more in thetimes.co.uk

Galileo's Lessons for Living and Working Through a Plague

An outbreak in Italy in the 1630s forced him to find new ways of doing his research and connecting with family.

The novel coronavirus has upended our world over the past few months, forcing people to learn how to work in entirely new ways. For scientists in particular, Isaac Newton has repeatedly been held up as a model of epidemic-induced productivity, since he spent his 1666 “year of miracles” avoiding the plague in the English countryside and developing his ideas on gravity, optics and calculus.

read more in blogs.scientificamerican.com

"Juntos, Construímos o Futuro": Turismo do Centro Desafia Viajantes a enviarem Vídeos da Região

O objetivo da iniciativa do Turismo do Centro é escolher os melhores vídeos e fazer um único filme promocional da região, a apresentar em breve.

Turismo Centro de Portugal lançou uma nova iniciativa, na qual desafia os viajantes e todos os que apreciam o território a ir ao arquivo no computador ou no telefone, e a enviarem os melhores vídeos que filmaram, quando passaram pela região. O objetivo desta iniciativa, que leva o nome de a “Juntos, Construímos o Futuro”, que está inserida na campanha “Haverá Tempo!”, é criar o maior filme de viagens pelo Centro de Portugal.

conhecer mais em boacamaboamesa.expresso.pt

7 Atitudes para Aumentar a Sua Felicidade

Já alguma vez se sentiu frustrado por ver a felicidade e sucesso de alguns colegas, vendo-os vivendo a vida que gostaria de viver?
Ser feliz e bem-sucedido em qualquer área da sua vida, é um treino, que envolve um conjunto de características...

E são elas: Foco e determinação!
Não se esqueça ainda de incluir neste grupo a motivação, persistência, resiliência e ainda clareza na tomada de decisão!

Possuir um cérebro positivo é uma questão de TREINO!

ler mais em escapadinhas.org

Um Novo Começo - Dia 45 - A Terceira Vaga ou a Reentrada

E as reuniões, os encontros e as discussões continuam. Longas, demoradas. Os líderes e os estrategas do país, os pensadores contemporâneos da razoabilidade, sem máscara, desmultiplicam-se frenética e miraculosamente, numa panóplia de entradas e saídas operacionais à porta fechada, envoltas perniciosamente em mouco secretismo. O que desabafam verdadeiramente entre si? As ocultas divisões estanques são à prova de som e de intrometimento (será?), por isso, resta adivinhar ou, simplesmente, confiar. Neste caso, confiamos, sem alternativa. Acreditamos na transparência benevolente dos media. Finda a tão badalada segunda fase coronaviral, de reajustes e adaptações humanas verdadeiramente épicas, entramos numa terceira fase, ou antes, numa terceira vaga que nos levará em segurança até ao areal, suavemente ou de rompante. E convenhamos, a palavra “vaga” consubstancia-se e adequa-se verosimilmente de forma muito mais apropriada, tanto mais que o que se pretende transmitir às pessoas é uma sensação de continuidade fluida, de magnitude grandiosa e de envolvência total, de preferência, suave. Uma vaga em abraço doce, mas profundo. Se estamos ou não devidamente preparados para aguentar o seu eventual choque de rompante, frontal portanto, só o guideline de acções e comportamentos o dirá. Em boa verdade, a implementação e operacionalização de todas as teorias, processos, procedimentos, requisitos, restrições e medidas de segurança e protecção analisadas e apresentadas pelos diversos sectores da economia nacional, envolvidos neste complexo contexto de (só) aparente prevenção viral, e por empresas, organismos, instituições e afins, apesar da sua infinita boa vontade e boa intenção, são infelizmente apenas e somente isso mesmo. Há coisas passadas, que fazem parte da nossa essência e que nada têm a ver com esta nova realidade, e que se não puderem ser recuperadas tal como as conhecíamos, terão que sofrer profundas mudanças estruturais, sociais e culturais. Numa altura em que sabemos que o Covid-19 não é controlável, reabrir o mundo, tal como o conhecíamos, não é de todo viável. Mas, reabri-lo nos moldes teóricos que se apregoam, cuja aplicação prática é deveras duvidosa, muito pouco atractiva e nada rentável, também não se afigura lá grande alternativa. Há situações concretas de ordem executiva claramente impraticáveis. As mudanças radicais, com peso e medida, por vezes, são necessárias (abanamos e despertamos) e destituídas, portanto, de períodos de transição muito prolongados e desfasados. Obviamente, a transição progressiva e devidamente ajustada é sempre preferível, mas estando em causa a vida e a sobrevivência humana, a ousadia do desafio espia uma iluminura muito mais minuciosa e audaciosa. Quer isto dizer que continuamos a correr um risco muito grande ao desconfinar, desisolar e desdistanciar no imediato. O nosso controlo viral continua a ser puramente virtual e ilusório. Mas, enfim, a reentrada está aí, vai-se fazer, e veremos o que acontece. Se somos capazes de lidar ou não com as novas regras, com os novos hábitos e com as novas restrições. Porque a revolução que se está a operar ao nível dos comportamentos sociais, e não tanto económicos, os económicos serão uma consequência natural no depois, transformará para sempre a sociedade e ecoará ao longo dos anos vindouros. 

Pág. 1/30

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub