Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A Esquina do Desencontro

Histórias de Desencontros Ficcionais (ou Não) na Esquina da Vida

A Esquina do Desencontro

Histórias de Desencontros Ficcionais (ou Não) na Esquina da Vida

A Teoria Social Relacional

Entende-se inequivocamente que, através de aprofundados estudos cientificamente comprovados e metricamente testados, referenciando análise prolongada, quantificada e verificável, a espécie humana é determinantemente social. Os indivíduos agruparam-se, num claro entendimento de que o todo unido tem mais força que o individual sozinho, a tendência tribal inicial evoluiu para um comportamento interactivo em conjunto, comunitário, o qual acabou por culminar com o descritivo social e socializador, reconhecidamente com dinâmicas muito próprias e características, que fomentam e adjudicam o carácter evolutivo colectivo da espécie. Assim, a espécie humana, o ser humano, é um ser social, é constituída por seres, todos eles, sociais. Ou não. Marcadamente, a evolução caracterizou-se, durante muitos anos, pelo evolucionismo grupal e assim tem funcionado, ao longo de milhares de gerações. Observamos, no entanto, uma tendência desviadora da padronização, na singularidade e individualidade muito pouco altruísta da geração millennial. O paradigma parece estar a mudar e a espécie humana, o ser humano, também. Na realidade, os comportamentos cada vez menos assertivos, empáticos, altruístas ou sociais, são vivenciados, diariamente, um pouco por toda a comunidade geracional anterior. O melhor amigo de um millennial é um smartphone ou um ipod ou o Snapchat ou o Instagram. A tecnologia e as redes sociais têm vindo, definitivamente, a substituir o “amigo imaginário” (tantas vezes considerado o “bicho papão” da alienação social infantil/juvenil) ou, mais preocupante ainda, o amigo de carne e osso, capaz de interacções humanas e humanizadoras fundamentais para balancear o equilíbrio frágil e debilitante que condiciona as emoções, tão dramática e drasticamente voláteis, facilmente descontroladas e desconcertantes. Estamos, por isso, a afastar, cada vez mais, o elemento das relações, das interacções, da socialização presencial. Assim sendo, estaremos a mutar geneticamente o nosso ADN relacional e a transformarmo-nos em seres cada vez mais individuais e individualistas? A Teoria Social Relacional está numa fase de transição enigmática e imprevisível. Está em mudança. Uma mudança autónoma dos princípios e valores definidos como socialmente aceitáveis e compreensíveis. Compete-nos, pois, como sociedade universal e globalizante, redefinirmos os nossos princípios e valores civilizacionais, os nossos objectivos futuros, em comum, e o nosso verdadeiro propósito, enquanto espécie. A sobrevivência física da espécie e do conhecimento acumulado, sempre foi o mote existencialista civilizacional. Temos de redefinir o conceito de “sobrevivência da espécie”, assim como todo o propósito da sua existência. O que esperar, então, do futuro? Imprevisibilidade, incerteza, diferenciação, desconhecido, variabilidade. Parece ser o tempo de repensar o que somos e o que queremos ser, enquanto espécie. Humana.

7 Best Practices For Building Client Relationships

The success of a B2B company hinges largely on strong client relationships, especially for a small or early stage company. At Lab42, exceptional client service constitutes a core value for the business, and we always aim to become a trusted partner of our clients, rather than viewing ourselves as a vendor. We have been able to differentiate ourselves from the competition through strong relationships, and our level of service is one of the very reasons clients continue to work with us. The list below outlines what I believe it takes for companies to transition from a vendor consideration set to trusted partner.

read more in www.forbes.com

 

Estudantes de Tecnologia Apresentam Manifesto Digital a Decisores da União Europeia

Um grupo de 74 estudantes de tecnologia provenientes de diversos países Europeus apresentaram o “Manifesto para a Europa Digital de Amanhã”. O Manifesto convida os decisores Europeus a criarem uma estrutura onde as tecnologias digitais podem contribuir para um futuro melhor para todos os Europeus.

O manifesto foi assinado durante um evento em Bruxelas que contou com a participação da eurodeputada Anneli Jäätteenmäki, Vice-Presidente do Parlamento Europeu e dos eurodeputados Ilhan Kyuchyuk e Ramona Mănescu. O grupo de estudantes foi formado através de um programa de formação internacional, o Seeds for the Future, organizado por uma das líderes mundiais em soluções de tecnologias de informação e comunicação, Huawei. Esta iniciativa de talento em Tecnologias de Informação e Comunicação premeia estudantes da área com a oportunidade de experienciar em primeira mão o mundo de inovação e desenvolvimento da Huawei através de uma viagem intercultural de conhecimento à sua sede na China.

ler mais em inforh.pt

First-year Medical Students Still Rely on Cadavers to Learn Anatomy

The six first-year med students approach the table, the place where for the next seven weeks they'll spend so much time, it will seep into their dreams. They brace themselves to meet him. Him, their cadaver.

For some, even those who have lost a loved one, it's the closest they've ever been to a corpse. But soon enough, these students will spend their days inches away from this man's body, cutting through his skin, peeling back the fat, and trimming away the fascia—those bits of densely woven tissue that encase the body's innards—to see his stomach and liver and bones. Soon enough they'll pull on his tendons and watch as his toes wiggle in turn. They'll cut his digestive system from esophagus to rectum, making much ado about the smell. They'll hold his heart in their hands, and they'll saw open his skull to remove his brains.

read more in hub.jhu.edu/magazine

ExoMars

Establishing if life ever existed on Mars is one of the outstanding scientific questions of our time. To address this important goal, the European Space Agency (ESA) has established the ExoMars programme to investigate the Martian environment and to demonstrate new technologies paving the way for a future Mars sample return mission in the 2020's.

read more in exploration.esa.int/mars

A “Pele” da Terra

Estudos pioneiros chamam a atenção para o papel do solo como regulador das condições climáticas do planeta Terra e para a necessidade de investimento em investigação nesta área.

ler mais em www.publico.pt

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub