Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A Esquina do Desencontro

Histórias de Desencontros Ficcionais (ou Não) na Esquina da Vida

A Esquina do Desencontro

Histórias de Desencontros Ficcionais (ou Não) na Esquina da Vida

Perfume Campestre

Acordar numa manta de belos retalhos,

Olhar o céu exposto bem alto,

Sentir a magia dos densos cheiros campestres,

Sonhar acordado no chão quente e levantar de um só salto.

 

Energia difusa centrada e revigorada,

Dormitar levemente na sombra da árvore pesada,

Relembrar o verdadeiro sentido do campo,

Retemperar a vida conquistada, ao longo de uma bela estrada.

 

O quadro rectangular imenso é magnífico,

Difícil de pintar na tela gigante vazia,

Encher de cores sujas o vazio limpo,

Recriar um mundo perfeito, olhando a muda ria.

 

Os cheiros dispersos intensificam-se,

O dia vai passando cada vez mais depressa,

O piquenique reservado e discreto da passada nostalgia,

Retoma o ar de deleitosa e privada festa.

 

O arvoredo ancestral continua vivo,

As flores simples abraçam a verdade do sentimento,

Pureza verde, azul ou de coloração fantasiosa,

Num elevar de frescura ousada, num pleno contentamento.

 

A memória que vai fugindo no tempo acumula,

Imagens reais e ficção da imaginação,

Pessoas figuradas no espaço da quinta criada,

Casas compostas e presentes, de vasta e desregrada dimensão.

 

A terra fértil é cuidada e lavrada,

Afunila densamente, no canto ausente, lá longe,

No horizonte esquivo, com mestria trabalhado,

Lavoura afoita de tanta e boa gente.

 

Tragam o tal perfume,

O tal perfume campestre,

As rotinas querem-se a florescer com calma precisa,

A vida sedenta de ousadia, segue o ciclo aventuroso rupestre.

Fórum Regional de Indústrias Criativas - Abrantes

A 29 de Novembro vai decorrer o primeiro Fórum Regional de Indústrias Criativas, no Tagusvalley – Parque Tecnológico do Vale do Tejo, em Alferrarede. O encontro é promovido pela Associação Médio Tejo Criativo. “Somos pioneiros na região do Médio Tejo num conjunto de aspectos: desde esta abordagem de conjunto, quer nas diversas áreas incluídas sob o ‘chapéu’ das indústrias criativas, à percepção da mais-valia de olhar o Médio Tejo como um todo, potenciando o contacto entre os diversos intervenientes regionais, sejam entidades, empresas, indústrias, escolas e os artistas e criativos.

ler mais em www.meiosepublicidade.pt

 

Apps For Good

O CDI Portugal anunciou, no passado dia 13 de setembro, em evento realizado na Fundação Calouste Gulbenkian, as três ideias de apps vencedoras da edição do Apps for Good 2015/2016. O Apps for Good contribui para uma alteração dos modelos educativos atuais no sentido de promover a criação de uma consciência de cidadania ativa e responsabilidade social desde a juventude. O projeto contribui igualmente para aumentar o interesse dos jovens pelas áreas tecnológicas, motivando para uma aprendizagem partilhada que reduza a desmotivação pela escola e consequente abandono escolar, criando competências pessoais de iniciativa e criatividade fundamentais num Mundo em permanente evolução.

ler mais em inforh.pt

Villa Lumi - Iluminação em Português

Floriano Ferreira da Silva, tendo começado cedo a trabalhar no vidro, na Fábrica Escola Irmãos Stephens, sonhou um dia que também ele poderia ter a sua própria empresa. Pediu um ano de licença sem vencimento e, em 1941, em plena Segunda Guerra Mundial, numa pequena oficina, começou por lapidar os mais variados componentes usados na ornamentação de lustres, candeeiros e candelabros. Mas estava determinado a transformar o seu sonho num projeto de sucesso e, em 1985, decide criar a sociedade F. Ferreira da Silva, Lda, designação que ainda hoje se mantém. A empresa, onde já hoje trabalha a terceira geração, continua ainda nas mãos da família.

ler mais em www.villa-lumi.com

Faiança Portuguesa - Museu Quinta das Cruzes

A origem da produção de faiança em Portugal remonta à dita louça malegueira, produção que surge documentada em Lisboa no século XVI associada a artesãos andaluzes.
Na 1.ª metade do século XVII, a faiança portuguesa define-se pela sua original adaptação de motivos ornamentais do Oriente (executados em pintura em tons de azul cobalto), a par da qualidade da manufactura, o que é comprovado através das recentes teorias de exportação desta faiança para a Europa durante este período.

ler mais em mqc.gov-madeira.pt

Top of Mind - 6 Ways to Make Others Feel Appreciated

I listen. I show value to others by giving them trust, respect and autonomy to drive their own projects and assume responsibility for their roles.

—Deanne Bell, Founder/CEO of Future Engineers and CNBC Television Host

Positive affirmations. Saying thank you and giving praises is important. That way, others understand you appreciate their hard work. Little presents are a nice gesture, too!

—Cydney Morris, co-founder, Stone Cold Fox

read more in www.success.com

Temple of Artemis

The Temple of Artemis at Ephesus, a Greek colony in Asia Minor, took over 120 years to build and only one night to destroy. Completed in 550 BCE, the temple was 425 feet (about 129 m) high, 225 feet (almost 69 m) wide, supported by 127 60 foot (about 18 m) high columns. Sponsored by the wealthy King Croesus of Lydia, who spared no expense in anything he did (according to Herodotus, among others) the temple was so magnificent that every account of it is written with the same tone of awe and each agrees with the other that this was among the most amazing structures ever raised by humans.

read more in www.ancient.eu

 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub