Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A Esquina do Desencontro

Histórias de Desencontros Ficcionais (ou Não) na Esquina da Vida

A Esquina do Desencontro

Histórias de Desencontros Ficcionais (ou Não) na Esquina da Vida

Frutas de Verão

O cheiro frutado invadia o mercado e o simples inalar daquele aroma perfumado, deixava-a deleitosamente a sorrir. Todos os anos, visitava o pacífico vilarejo, sobranceiro ao mar. Descobrira-o numa viagem inesperada, numa das deslocações de cortesia empática que insistia em empreender sempre que se iniciava o estio. A Dona Aurora era uma velha amiga da sua mãe e vivia sozinha, por isso, estas (im)previstas surpresas anuais que lhe fazia, quando o tempo voltava a abafar e a sede de mar a apertar, eram sempre muito bem-vindas pela anosa senhora. Apaixonou-se, logo ali, pelo vilarejo. As gentes, o casario, os odores, as sonoridades, a musicalidade expressiva dos ritmos das marés, a brisa marítima. Deixou-se ficar e acabou por voltar. Mas, o que parecia apreciar mais, em todo aquele cenário ruralizado, eram as frescas frutas de estio que enchiam as bancadas dos vendedores, no mercado local. Bancadas coloridas, fartas, seleccionadas. As frutas, havia-as sempre para todos os gostos e de todas as formas e feitios. Por vezes, pegava-lhes, mesmo quando não as levava no seu cesto de vime. Gostava de lhes sentir a textura, o aroma, o peso, de lembrá-las. Já a conheciam e já não a estranhavam. Os vendedores até lhe achavam alguma piada, piada à “menina dos cheirinhos frutados”. Quando a visita à Dona Aurora findava, o coração sentia um aperto e os cheiros pareciam momentaneamente esquecidos. Na cidade, não os havia como ali. Ou, não os sentia como ali. Aquele ritual tornara-se um hábito difícil de olvidar. Habituara-se e não queria perder pitada. Até que tudo se perdeu, no dia em que a Dona Aurora resolveu partir. E ela, também o fez. Triste e vazia, mas quis esquecer. Pelo menos, por uns tempos. O futuro ditará o retorno. Ou não.

10 Casas de Sonho em Portugal

Segundo a revista Sábado estas são 10 das casas mais bonitas de Portugal. E não admira que as escolhas tenham recaído sobre estas “casinhas”… a verdade é que são verdadeiras casas de sonho.

ler mais em 3vilas.com

Inventário Florestal Nacional

O Inventário Florestal Nacional (IFN) é um processo de natureza estatística e cartográfica, que tem por objetivo avaliar a abundância, estado e condição dos recursos florestais nacionais. No IFN, a produção de estatísticas baseia-se em processos de amostragem, os quais são realizados em diferentes etapas que compõem a tarefa global de Inventário.

ler mais em www.icnf.pt

Ponte de Trajano - Vila Real

Ponte da antiga de 'Aquae Flaviae', formada por 18 arcos sendo actualmente apenas visíveis 16. É construída em cantaria de granito, com enormes aduelas, formada de olhais de volta perfeita com timpanos. Para além da ponte a classificação engloba as duas colunas comemorativas do tempo dos imperadores Vespasiano e Trajano.

ler mais em arqueologia.patrimoniocultural.pt

The Future of HR Communications

We’ve been thinking about how HR and employee benefits communications has evolved during that time. And, in some cases, how much it hasn’t. A lot of companies still communicate like it’s 2006 — before the iPhone existed, when social media was in its infancy, and a significant portion of Americans still lacked easy Internet access.

by Jennifer Benz, read more in www.workforce.com

A Guide to Exploring Starry Nights

When Scott Roberts, avid stargazer and founder and president of Explore Scientific, describes what it’s like to observe, through a telescope, our solar system hurtling through space among the vastness of cosmos and billions of other galaxies, he details a journey like no other. After several hours of observation, he says, the stargazer reaches an epiphany when his guard falls down and he’s overcome by humility. A “feeling of interconnectedness” takes hold, and at that point, he makes an abrupt transformation from observer to explorer. “Every object he or she sees for the first time is a discovery,” Roberts says.

read more in www.scientificamerican.com

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub