Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A Esquina do Desencontro

Histórias de Desencontros Ficcionais (ou Não) na Esquina da Vida

A Esquina do Desencontro

Histórias de Desencontros Ficcionais (ou Não) na Esquina da Vida

A História Perdida de Todos Nós

A explosão intensa desintegrara em larga escala o pavilhão de estrutura atomicista e as pessoas, em redor, movimentavam-se desorientadas e fustigadas pela nuvem de fumo que as envolvia e pela onda de impacto da deslocação veloz do ar arrastado. Havia sido perdido o contacto. O contacto com o mundo exterior. O portal fora destruído num acesso de raiva descontrolado do criador e empreendedor do projecto. A vida começara a passar-lhe ao lado e ele quisera desistir dela, terminando o que há tão pouco tempo tinha começado, a sério. O experimentalismo subsistia há eternidades, mas, só nesta linha temporal limitada, tinha conseguido conectar-se ao mundo para lá do nosso. Aquela porta para o mundo exterior das histórias interiores de todos nós, tornara-se, no entanto, um perigo e ele apercebera-se disso. Todos queriam conhecer a sua própria história perdida, na esperança de recuperarem algo que, na realidade, jamais existiu, uma vez que não é possível cruzar os destinos do universo paralelo com os destinos do universo real. Temos de vivê-los separadamente. Assim, o empreendimento era um pesadelo também para ele, uma vez que ele próprio nunca conseguiria reencontrar a sua história perdida. E foi aí, nesse dia fatídico em que descobriu a irracionalidade e o surreal de tudo aquilo, que desistiu. Acumulou a energia da luta interior meretriz e descarregou-a no mundo. Anos de pesquisa deitados fora e o resultado, testado temporariamente, tão débil e ainda sem solidez suficiente para invadir os anais aceites da ciência iluminada, desperdiçado. Sem dúvida, havia-se precipitado estupidamente. Agora, jamais alcançaria a glória e a imortalidade. A história perdida de todos nós havia-se definitivamente desvanecido por causa de uma emoção temperamental negativa insignificante, quando comparada com o bem que se podia trazer à civilização tão carente de histórias, de passado, de entendimento, de um porto mais seguro que o presente. Não restou nada. Tudo se perdeu. Tudo se esfumou. Tudo se esqueceu. E as histórias perdidas esqueceram-se. É por isso, que ainda hoje, tentamos agarrar-nos às nossas memórias com tanto afinco. Para não esquecermos as novas histórias e não as perdermos também.

A Better Kind of Happiness

Nearly two and a half millennia ago, Aristotle triggered a revolution in happiness. At the time, Greek philosophers were trying hard to define precisely what this state of being was. Some contended that it sprang from hedonism, the pursuit of sensual pleasure. Others argued from the perspective of tragedy, believing happiness to be a goal, a final destination that made the drudge of life worthwhile. These ideas are still with us today, of course, in the decadence of Instagram and gourmet-burger culture or the Christian notion of heaven. But Aristotle proposed a third option.

by Will Storr, read more in www.newyorker.com

 

Corporate Social Responsability

Corporate social responsibility (CSR) refers to business practices involving initiatives that benefit society. A business's CSR can encompass a wide variety of tactics, from giving away a portion of a company's proceeds to charity, to implementing "greener" business operations. 

read more in www.businessnewsdaily.com

Alcoutim Com Vida

“Alcoutim Com Vida” é uma iniciativa do Município de Alcoutim que promete, devido ao cartaz variado e gratuito, dinamizar as noites de verão na sede de concelho, agradando a públicos de todas as idades. O projeto de cariz cultural e recreativo vai decorrer todas as quartas-feiras, pelas 22h00, durante os meses de julho e agosto, na Praça de República, em Alcoutim.

ler mais em www.cm-alcoutim.pt

Productive Work

Are you productive? Many leaders introduce an irrational element into their thinking about whether they’re working smart.

read more in Leaders & Managers, www.businessmanagementdaily.com

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub