Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A Esquina do Desencontro

Histórias de Desencontros Ficcionais (ou Não) na Esquina da Vida

A Esquina do Desencontro

Histórias de Desencontros Ficcionais (ou Não) na Esquina da Vida

O Abandono de Nós

A tristeza invadiu-lhe o coração. Era a única sobrevivente do massacre levado a cabo naquela noite, na sua aldeia. Até agora, a aldeia tinha sido poupada, mas todos o sabiam, haveria de chegar o seu dia, o dia da queda, o dia fatal. E lá se acercou. Lá lem, na sombra dos pinheiros mansos, ainda frescos de cor e resina, deixou-se cair e entregou-se ao aperto da alma. Como podemos ser todos seres da mesma espécie que se matam, mutilam, torturam, desprezam, aniquilam com prazer óbvio? O que nos aconteceu? Aconteceu o mundo, responderam-lhe certa vez. Aconteceu a vida, outros enfatizaram, num outro tempo. O abandono de nós tem sido progressivo. A espécie selecciona apenas os mais fortes, mas, acima de tudo, os mais espertos, não necessariamente os mais inteligentes. Estes, são aqueles que aproveitam as oportunidades, quando elas surgem e nunca olham para trás, não têm compaixão ou nutrem qualquer tipo de empatia pelo próximo. Ela compreendia tudo isto. Os homens da família tinham-lhe contado a história do mundo e dos outros homens centenas, milhares de vezes e ela interiorizara as coisas. Mas, forçava-se a lembrar apenas das coisas boas, porque as havia. A aldeia estava destruída. O povo morto. A vida escureceu e o cenário foi pintado de cinzento bem escuro. Os homens da família haviam sido levados em carroças imundas e desumanas. A sua mãe, enterrada na vala comum do morro faminto de corpos. Perdera o rasto do seu ser. A consciência abandonara-a e a apatia de alucinações feita, ainda que temporária, provocada pelo choque, pela fome, pela brutalidade humana, invadia-lhe o espírito. Alguém a chamou. Anda, aqui, sussurrou. Olhou em redor, mas nada viu. Nenhum movimento, nenhuma sombra, nenhuma forma. Anda, aqui, de novo. Desta vez, viu, mas pensou estar a sonhar ou já moribunda. Uma pequena fada luminosa e bela, abeirava-se do seu ouvido. Anda, por aqui. Lançou-lhe a sua magia e o feitiço em seu redor e tudo se transformou. O abandono de nós já era e o coração encheu-se de esperança e de amor. O cenário mudou, a aldeia renasceu das cinzas, os homens da família voltaram e a sua mãe vivia. O povo reviveu. Tudo era cor, alegria e felicidade. E espanto. Os seres da mesma espécie abandonaram o seu lado negro e os fortes e espertos salvaram das trevas todos os seus irmãos. Ela adormecera, finalmente, e agora, lá do céu, lançava qual papagaios de papel, ao vento, os seus sonhos. Mas só os sonhos felizes. E é neles que temos de acreditar.

FIFA - For the Game. For the World.

The Fédération Internationale de Football Association (FIFA) is an association governed by Swiss law founded in 1904 and based in Zurich. It has 211 member associations and its goal, enshrined in its Statutes, is the constant improvement of football.

OUR CLAIM

  • For the Game. For the World.

OUR MISSION

  • Developing football everywhere and for all
  • Organising inspiring tournaments
  • Caring about society and the environment

in www.fifa.com

APM - Associação Portuguesa de Management

A APM – Associação Portuguesa de Management é uma associação sem fins lucrativos, constituída em 1977, que tem por objectivos:

a) Promover o desenvolvimento profissional e social dos gestores por forma a que estes possam contribuir para a prosperidade da sociedade em que estão inseridos;
b) Promover a divulgação e consciencialização da importância dos princípios e técnicas do management nas suas diferentes vertentes, como elemento dinamizador do desenvolvimento sócio-económico;
c) Fomentar o intercâmbio de informações sobre experiências e aplicações realizadas no âmbito do management. 

in www.apm.com.pt

Museu do Relógio - Serpa

Tudo começou em 1972 quando António Tavares d 'Almeida (1948-2012), o principal dinamizador deste espaço herdou dos seus avós três relógios de bolso avariados. A partir de então, este coleccionador procurou relógios por todo o país e mundo, com vista ao restauro e ao aumento do espólio.

Em 1995 abre a sua colecção ao público e desde então perto de 400 relógios avariados foram doados ao Museu, que com a colaboração dos seus Mestres relojoeiros são recuperados e mostrados ao público. Em Dezembro de 2011 deu-se a expanção do espólio com a abertura do Pólo de Évora.

in www.museudorelogio.com

Ganhar a Meia-Final ou Eficácia e Eficiência Selecção!

E, aos poucos, lá fomos superando as trabalhosas e desgastantes etapas...

O nervoso miudinho dos adeptos e os jogos impróprios para cardíacos, uma constante!

Agora, há que continuar com o mesmo Espírito Combativo,

a mesma União, a mesma Força,

o mesmo Acreditar, o mesmo Vencer e chegaremos, com certeza, à Final!

Força Selecção!

Saudações Futebolísticas!

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub